Archive for the ‘Entrevistas’ Category

h1

João Neto & Frederico enlouquecem Ibiúna e falam com a TV FUSÃO PERFEITA

janeiro 24, 2011

Pega fogo cabaré! Com um público pra lá de espetacular a casa de shows Estação 60 em Ibiúna, abriu suas portas para uma das duplas mais especiais do Sertanejo Universitário. Tidos como os pais deste gênero que enlouquece o país, João Neto & Frederico fizeram um show repleto de sucessos.

Músicas como Anjo, Pede Pra Sair, Delegada, Não Vou Mais Chorar e Pega Fogo Cabaré, foram cantadas do início ao fim pelos presentes. Realmente uma noite mais que especial e lógico que a TV FUSÃO PERFEITA marcou presença, entrevistando com exclusividade esta dupla que além de simpática e humilde, é uma verdadeira máquina de hits.

A abertura da noite ficou a cargo de Caio e Rafael, que com uma apresentação certeira esquentaram os motores da galera.

Digão Garcia e Guilherme Lion posam ao lado da dupla após entrevista exclusiva para a TV FUSÃO PERFEITA

Confira a cobertura no link abaixo:
http://www.fusaoperfeita.com.br

h1

Fusão Perfeita entrevista Banda Cine

março 30, 2010

// Por Rafael Soares
// Fotos: Guilherme Lion

A Cine é uma banda paulistana formada em 2007. Junto com sua gravadora Universal Music, a banda venceu o VMB de 2009 da MTV Brasil e o Prêmio Multishow, na categoria de Banda revelação. Sua música, “Garota Radical” entrou na parada da revista Billboard Brasil, no Brasil Hot 100 Airplay na posição 40º, além de ser a trilha sonora oficial da novela da Rede Record,”Bela, A Feia”.

Confira a entrevista que a Banda Cine concedeu a equipe do Fusão Perfeita em show realizado dia 21/03/2010 em São Roque:


Vocês tocam para diversos públicos. O que difere em um show no interior como foi esse realizado em São Roque?
A gente repara sempre que o público da cidade do interior é mais carente de bandas desse cenário. Então quando a gente chega da pra sentir uma recepção muito mais calorosa. Não estão tão acostumados com shows porque geralmente é mais difícil essas bandas virem para o interior. Então a gente gosta bastante de tocar nos dois lugares, tanto em casa né, a cidade de São Paulo como nas cidades do interior.

Como surgiu a atual formação da banda Cine?
Surgiu no colégio. Eu conheci o Dan e um amigo nosso em comum apresentou o David que não era do nosso colégio por ser até mais velho que a gente e tal. E a gente tocou em um festival de um outro colégio de São Paulo. Começamos a tocar com essa banda chamada Without Shoes, quando o Bruno também entrou. E tempos mais tarde essa banda virou o Cine.

O estilo musical proposto pelo Cine é o mesmo da Without Shoes ou teve mudanças?

Mudou bastante. O Without Shoes tinha uma pegada mais Hard Core, era mais rápido o som, umas terças doidas, uns lances do Danilo. Agora a gente está com uma proposta mais eletrônica, como instrumento também. Guitarra e baixo, com sintetizador eletrônico. E trouxemos o Dash. É mais pop mas é o que a gente curte fazer.

Com pouco tempo de banda vocês já abriram grandes shows como Jonas Brothers e McFly. Como foi essa experiência?
Foi uma experiência tanto profissional quanto emocional muito interessante para a banda. A gente aprendeu muita coisa. Foi um começo muito bom, iniciamos o trabalho com a música e rolou esse convite. Por ser uma banda teen que estava começando a estourar em São Paulo, entenderam que seria bacana colocar o Cine de abertura para a galera conhecer.


Em relação ao figurino vocês seguem alguma tendência ou procuram propor algum estilo?
Quando a gente lançou o disco ano passado estávamos vestindo roupas coloridas que desde o começo da banda, em 2007, a gente tinha essa proposta. Mas ultimamente a gente não está procurando se prender tanto no visual e sim mostrar a música para a galera e o que a gente sabe fazer no palco durante as apresentações. O visual é interessante, mas acho que quando o assunto é música, arte, o que vale mais é o som e é isso que a gente está tentando passar para a galera.

Dentro da carreira da banda que momentos bons e ruins podem ser destacados?
Momento bom acredito que é aquele que a gente está sempre junto tocando, num show como esse. Todos esses momentos são ótimos, a gente sente que a banda está bem e tal. E momentos ruins são vários também, como no desentendimento entre a gente. Mas acaba sendo um momento bom também que resulta em resolução de problemas e conversas. Acho que a pior fase de uma banda seria quando as idéias não estão batendo mais e as músicas não estão agradando a todos. Esse lance está longe de acontecer com a gente, estamos compondo e todos estão curtindo nosso material novo.

Vocês receberam da Multi Show o prêmio na categoria “revelação” em 2009. O que favoreceu o Cine nessa conquista?
Acredito que nos favoreceu o respeito pelo nome da banda envolvida entre outros artistas que já participaram de um grande prêmio de música brasileira. Então nessa já acabam te olhando com outros olhos e reconhecem um pouco mais o seu trabalho. Mas eu acredito que para a banda o “upgrade” máximo não foi o premio. Acreditamos que o mais importante é sempre ter a galera com a gente, seja votando ou indo nos shows. É isso que a gente valoriza mais.

Contem um pouco sobre os planos do Cine. É verdade essa história que vocês vão gravar um DVD?
Sim. O DVD vai ser gravado em São Paulo no dia 25 de abril no HSBC. Acredito que no mês de junho estará pronto para ser lançado. No DVD vamos acrescentar algumas músicas inéditas também. E esperamos que quando as músicas novas forem divulgadas e a galera se acostumar, um novo CD estará para sair no final de 2010. Com uma pegada nova e um nome bem doido aí para a galera. [risos]

Confira algumas fotos do Show:


Veja a cobertura completa do show acessando: http://www.fusaoperfeita.com.br/coberturas/marco10/21/foto_01.html